(48) 3721-6361
5 maneiras de conservar o seu produto naturalmente
05/10/2018 - Novidades

Você já parou para pensar qual é a melhor forma de conservar o seu produto alimentício? Entenda que os alimentos são suscetíveis a sofrer alterações que podem ser causadas por agentes, sejam eles físicos (luz e calor), químicos (oxigênio e água) ou biológicos (microrganismos e enzimas), e para lidar com isso conheça as cinco maneiras para conservar seu produto naturalmente, evitando o desperdício e aumentando a sua durabilidade.  Se o seu alimento está estragando e isso compromete com o seu negócio, prossiga essa leitura porque daremos algumas soluções para você!

 

Congelamento

 

O congelamento é considerado um dos dos melhores métodos de conservação a longo prazo (preserva o alimento de 6 meses a 1 ano). É a forma de conservar o alimento pelo frio, consistindo na diminuição da temperatura abaixo do seu ponto de congelamento. A água presente sofre alteração no seu estado, formando cristais de gelo, e assim, reduz a atividade de água impedindo que esta seja utilizada pelos microrganismos e diminuindo também a atividade das enzimas, preservando naturalmente por mais tempo o produto alimentício.

Você sabe qual a temperatura ideal para congelar o seu produto?  Então, para o armazenamento dos alimentos geralmente se dá a -18 °C , e a escolha da temperatura de congelamento vai depender do aspecto econômico e do tipo de produto, mas na prática se usa uma faixa de temperaturas de -10  -40° C e, quanto mais baixa a temperatura para manter o produto congelado, maior será a vida útil do alimento. Clique aqui para saber mais sobre alimentos congelados.

 

Resfriamento

 

Conserva o alimento pelo frio no qual a temperatura, varia de -1 a 8 °C, ele é recomendado para manter as propriedades nutricionais dos alimentos, mas preserva as características do produto fresco (in natura) apenas por um curto período, ou seja, é considerado um método temporário de conservação. A refrigeração não inativa as atividades das enzimas e microrganismos, somente as retarda. Portanto, geralmente é necessária a combinação de outras técnicas de conservação como a pasteurização.

A preservação pelo frio traz benefícios importantes para o alimento na manutenção do valor nutricional e características sensoriais e para a produção de alimentos de alta qualidade.

 

Desidratação  

 

O objetivo principal da desidratação é aumentar o tempo de vida do produto por redução da atividade de água, a partir da secagem do produto. Esse método consiste na remoção de água na forma de vapor, através de um mecanismo de vaporização térmica.

Isso inibe o crescimento microbiano e reduz a atividade enzimática, a vantagem é a diminuição do peso e volume dos alimentos e redução no custo de transporte e armazenamento. Se você se interessou por esse método, conheça as formas de secagem: secagem natural ou ao sol e secagem artificial ou desidratação – por estufa, com temperatura controlada.

 

Adição de açúcar -  Processo de conservação por adição de solutos

 

Com certeza você já ouviu falar ou conhece esses produtos: doce, geleia, chimia, compotas. Eles representam mais um método de conservação de alimentos, que consiste na adição de soluto -  nesse caso acréscimo de sacarose - nosso famoso açúcar comum, ou simplesmente aumento da concentração de açúcares no produto. Essa forma de preservar alimento é amplamente utilizado para frutas aumentando a sua durabilidade.

Você deve estar se perguntando ‘’o açúcar é fonte de energia, isso pode favorecer o crescimento de microrganismos?’’ A resposta para essa questão é: a concentração elevada de açúcar diminui o crescimento de microrganismos. Porque a alta concentração do meio (hipertônico) provoca a perda de água dos microrganismos por osmose e assim afetando a sua reprodução, implicando na sua destruição.

 

Conservas

 

A adição de sal é um dos métodos mais antigos de conservação de alimentos. É uma forma barata de preservá-los  contra agentes deteriorantes, e funciona com adição de sal diretamente no alimento ou na forma de salmoura. Existe também a conserva ácida, na qual é colocado suco de limão, vinagre ou ácido cítrico, que aliado com calor e vácuo impede o desenvolvimento de microrganismos. Há também a combinação de sal com ácido que são as salmouras ácidas. Tudo isso com a finalidade de preservar o alimento por mais tempo. Se você já comeu picles ou chucrute saiba que eles existem graças a esse método de conservação.

Com esses métodos, a humanidade conseguiu e ainda consegue conservar os alimentos. Eles são importantes para que os produtos alimentícios cheguem na mesa das famílias e alimente as pessoas, evitem o desperdício, aumentem o tempo de vida e mantêm a qualidade do alimento. A conservação dos alimentos foi um fator essencial para nossas vidas serem como é hoje.  Você se interessou por alguma dessas formas de conservar alimentos e quer usar em sua empresa ou entender melhor elas? Entre em contato com a CONAQ, que estamos de portas abertas para lhe ajudar!

 

Artigo desenvolvido por Beatriz Oliveira Ortiz