COMO LEGALIZAR A VENDA DO SEU SABÃO CASEIRO

O que você precisa saber para iniciar a venda legal do seu produto.

Se você já produz um sabão artesanal, o primeiro passo para a legalização do seu produto, é atentar para as substâncias que o compõe, uma vez que existem algumas substâncias de uso não autorizado pela Anvisa. Uma dessas substâncias é o ácido sulfúrico, que é altamente corrosivo e em contato com a pele pode causar graves queimaduras.

Outros dois pontos importantes são a embalagem e a rotulagem, ou seja, as informações presentes na embalagem, que podem parecer a mesma coisa a primeira vista, mas possuem funcionalidades e legislações distintas.

A embalagem de um saneante, que é como a Anvisa classifica o sabão, precisa cumprir determinados requisitos, mas o principal objetivo da embalagem é proteger o seu produto! Em sua essência, a embalagem procura garantir a segurança e a integridade do produto, para que ele chegue ao consumidor nas condições adequadas, assegurando sua qualidade. Além disso, a embalagem permite a identificação do seu produto, pois contém informações sobre sua composição, data de validade e instruções de uso.

A Anvisa proíbe que sejam utilizadas embalagens ou rótulos que possam levar o consumidor a falsa interpretação, confusão ou erro sobre qualquer característica ou finalidade do produto além da qual ele se destina. É no rótulo que estarão dispostas as informações importantes para o seu cliente e o mais importante, o nome da sua marca.

O nome do produto é um dos mais importantes critérios para que você possa legaliza-lo porque além de não poder ter o mesmo nome que um produto já presente no mercado é a forma como seus clientes passarão a conhecer o seu produto.

Quer iniciar logo a venda do seu produto e começar a ter lucro? Ficou com alguma dúvida sobre a adequação legislativa? A CONAQ pode te ajudar! Entre em contato conosco.

Artigo Produzido por Naira Nunes

Equipe Conaq
Equipe Conaq

Gostou deste artigo? compartilhe nas redes!

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on linkedin
Compartilhe no Linkdin
Share on pinterest
Compartilhe no Pinterest

DEIXE UM COMENTÁRIO

Open chat
Fale conosco!
Olá! Podemos te ajudar?