WhatsApp

(48) 3721-6361

5/5

DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO ALIMENTÍCIO PELA CONAQ

Picture of Equipe Conaq
Equipe Conaq

Sumário

POR QUE DEVO DESENVOLVER UM PRODUTO? 

Desenvolver um produto alimentício não apenas é uma oportunidade de trazer inovação ao mercado, mas também oferece a chance de ser pioneiro em um setor em crescimento, colocando-se à frente da concorrência. Com o mercado de alimentos em constante evolução e um potencial significativo de crescimento, entrar nesse campo com o auxílio de uma consultoria experiente no assunto proporcionará não apenas satisfação pessoal, mas também oportunidades lucrativas. Conheça um pouco mais sobre o trabalho da Conaq e entenda como ela vai ajudar a alavancar o seu negócio.

MERCADO PROMISSOR

  • Demanda Crescente por Inovação: O aumento da busca por opções alimentares saudáveis e convenientes está impulsionando a demanda por produtos inovadores no mercado.

  • Mudanças nos Hábitos de Consumo: As mudanças nos estilos de vida e os novos padrões de consumo estão criando oportunidades para o desenvolvimento de alimentos adaptados às necessidades modernas.

  • Acesso à Globalização e Tecnologia: A expansão global e o acesso a tecnologias avançadas estão permitindo que as empresas de alimentos alcancem novos mercados e inovem na produção, abrindo portas para o crescimento e a diferenciação no setor.

 

Desenvolvimento de produto. Conte com a nossa equipe para desenvolver um produto alimentício para você. Entre em contato.

 

CRIE SEU PRODUTO EM 3 ETAPAS

1ª Tenha uma solução para o mercado

Comece identificando uma lacuna ou oportunidade no mercado de alimentos. Realize uma pesquisa para entender as necessidades dos consumidores e as tendências do mercado. Desenvolva uma proposta de valor única para o seu produto, garantindo que ele atenda às demandas do mercado e ofereça algo diferenciado aos consumidores.

2ª Projete, teste e teste de novo

Formule o produto e crie protótipos para testar sua viabilidade. Realize testes de sabor, textura e estabilidade, além de testes de segurança alimentar. Revise e ajuste o produto com base no feedback dos consumidores, garantindo que ele atenda aos padrões de qualidade desejados antes do lançamento.

3ª Faça uma análise sensorial e, então, anuncie

Após finalizar o desenvolvimento do produto, realize uma análise sensorial abrangente para avaliar sua aparência, aroma, sabor e textura. Faça os ajustes finais necessários com base nos resultados da análise. Em seguida, prepare uma estratégia de marketing eficaz para lançar o produto no mercado, comunicando seus benefícios de forma clara e atraente aos consumidores alvo.

 

Ex participante do MasterChef 2017 junto dos membros da Conaq para fechar um projeto.

 

CASES DA CONAQ

Com mais de 30 anos de mercado e pelo menos 200 projetos feitos pelo país são diversos os produtos criados pela a empresa, entre eles:

MARY JANE DRINK

Desenvolvida pela Conaq, a bebida Mary Jane é composta por uma formulação que torna sua experiência relaxante. Fomos buscados para criar algo que ainda não existia no mercado brasileiro mas já era popular fora do país, assim alinhamos as expectativas do cliente e após algumas formulações, testes e análise sensorial chegamos no produto final. 

 

Chelli Alimentos

Chelli Alimentos | Sabor em todos os sentidos.

A grande empresa consolidada na área de condimentos também buscou a Conaq para que desenvolvesse mais um de seus produtos para lançamento no mercado. Assim, foram desenvolvidos outros temperos além dos que a própria Chelli já possuía, aumentando, assim, seu portfólio de opções.

 

PROCESSOS DA CONSULTORIA

Para obter como resultado final um produto, é preciso ter uma série de processos que vão garantir que todos os detalhes foram cuidadosamente explorados, assim em 7 etapas a Conaq faz o processo completo para o desenvolvimento do projeto.

Estudo do produto

Estudo teórico das propriedades e diferenciais do seu produto e de formas de aperfeiçoamento das características desejadas.

  • Definição do produto;
  • Exemplificação por produtos similares; 
  • Armazenamento do produto;
  • Alinhamento das características físico-químicas; 
  • Iniciar estudo básico de embalagens.

 

Estudo de produto para desenvolvimento de produto.

 

Estudo legislativo

Compreensão da legislação em que o produto se encaixa, conhecendo limitações, exigências, e resoluções legais.

  • Enquadramento do produto dentro da legislação brasileira;
  • Pesquisa da documentação necessária, e passo a passo de como consegui-la;
  • Pesquisa sobre o registro do produto;
  • Averiguação do limite dos ingredientes e dos aditivos da formulação feita.

 

Registro de produto para desenvolvimento de produto.

 

Estudo do Processo

Estudo do processo realizado na linha de produção.

  • Mapear como empresas que comercializam produtos similares realizam esses processos;
  • Verificar se esses processos podem ser realizados em nossos laboratórios, otimizando para uma escala laboratorial;
  • Analisar e descrever as etapas desde o recebimento da matéria prima até o desenvolvimento do produto;
  • Definir os equipamentos necessários para o processo de produção;
  • Elaboração de fluxograma de produção;
  • Quadro comparativo de vantagens e desvantagens.

 

Processamento de massas.

 

Busca por fornecedores

Conforme a necessidade das características dos nossos clientes buscamos fornecedores de insumos e equipamentos que se encaixem as suas necessidades.

  • Estimar quantidade de insumos necessários;
  • Busca por fornecedores de insumos e equipamentos; 
  • Orçamento dos equipamentos e dos ingredientes;
  • Custo de produção do produto;

 

Busca por fornecedores para desenvolvimento de produto.

 

Estudo de embalagem

  • Avaliar as embalagens mais adequadas para o produto em questão;

  • Identificar as vantagens de cada opção de embalagem considerada;

  • Examinar as embalagens de produtos similares no mercado;

  • Pesquisar e indicar fornecedores de embalagens.

 

Diversos tipos de embalagens.

 

Indicação de BPF

O Manual de BPF contempla as condições higiênico-sanitárias obrigatórias para a produção, manipulação, armazenamento e transporte dos alimentos por meio da documentação dos procedimentos operacionais exclusivos da empresa.

Selo.

Elaboramos os POP’s (Processos operacionais padrões) do BPF, que contém:

  • Higienização das instalações, equipamentos, móveis e utensílios;
  • Controle de vetores e pragas urbanas;
  • Controle da potabilidade da água;
  • Higiene e saúde dos manipuladores;
  • Manejo de resíduos;
  • Manutenção preventiva e calibração de equipamentos;
  • Seleção das matérias primas, ingredientes e embalagens;
  • Programa de recolhimento de alimentos;
  • Controle da produção.

 

Rotulagem

Mais do que um diferencial ao produto, esse processo é obrigatório para todo alimento embalado, prontos para oferta ao consumidor.

  • Definir rotulagem;

  • Adicionar as informações que são obrigatórias.

Diversas rotulagens.

 

E AGORA, O QUE IMPEDE VOCÊ DE TRANSFORMAR A SUA IDEIA EM AÇÃO?

Se antes faltava conhecimento sobre o tema e ainda não conhecia uma consultoria capaz de solucionar seus obstáculos, agora não falta mais. Vamos fazer história juntos?

Desenvolvimento de produto alimentício. Entre em contato.

O que é a CONAQ?

mais de 30 anos a Conaq é uma das principais consultorias alimentícias do Sul do país responsável por gerar impacto no mercado com inovação e melhoramento de produtos. Já são mais de 200 projetos feitos por todo o país.

Entre em contato

FICOU INTERESSADO?

Fale agora com um de nossos especialistas!

R. João Pio Duarte Silva, 241  Florianópolis - SC

Email

contato@conaq.com.br

WhatsApp

(48) 98453-2219

Conaq | Todos os direitos reservados

Open chat
Fale conosco!
Olá! Podemos te ajudar?