VOCÊ SABE O QUE É EMBALAGEM EM ATMOSFERA MODIFICADA?

Saiba como a utilização de embalagens em atmosfera modificada pode ser benéfica para o seu produto.

A embalagem em atmosfera modificada (MAP) vem ganhando cada vez mais espaço na indústria alimentícia, tendo em vista que é um método natural de manter a qualidade do seu produto. 

É empregada para o armazenamento de alimentos frescos e/ou minimamente processados, sendo estes não estéreis e com seu sistema enzimático operante. Ela possui a capacidade de manter a qualidade e frescor dos alimentos por mais tempo.

A MAP consiste em um recipiente polimérico selado completamente, a qual a composição do ar que envolve o alimento é alterada, com o intuito de fornecer uma atmosfera ideal que mantenha a qualidade do produto e aumente sua shelf life

Fonte: Leybold Brazil

A atmosfera modificada pode ser constituída por um único gás ou por uma combinação de gases. Os mais comumente usados são: o oxigênio, o nitrogênio e o dióxido de carbono.

  • O oxigênio é utilizado para embalar alimentos frescos, que necessitam dele para sua respiração. 
  • O nitrogênio é um gás inerte, utilizado para facilitar a retirada de outros gases da embalagem, e para preencher espaços remanescentes do recipiente. É ele, também, quem impede a embalagem de se romper. 
  • Já o dióxido de carbono, é responsável por inibir o crescimento de micro-organismos e retardar a ação de enzimas.

A atmosfera modificada pode ser criada de forma passiva ou intencional. 

  • Na modificação passiva, o produto é embalado e, através da respiração do alimento, ocorre a mudança na composição da atmosfera dentro do recipiente. 
  • No caso da modificação intencional, podem ser utilizadas duas técnicas: a lavagem de gás, onde uma corrente do gás desejado é injetada, e, em seguida a embalagem é lacrada; e, o vácuo compensado, onde, primeiramente, é feito o vácuo no interior da embalagem e, posteriormente, os gases desejados são adicionados. 

A utilização da MAP possui diversas vantagens além do aumento de vida útil. Sendo algumas delas:

  • Agrega valor ao seu produto e aumenta a competitividade no mercado

Um produto com maior qualidade, que tenha sua vida útil estendida de forma natural é bem visto pelos consumidores, que preferem adquirir seu produto ao invés do concorrente.

  • Diminui custos de distribuição: 

Com o aumento de vida útil, seu produto pode ficar mais tempo nas prateleiras. Sendo assim, a troca de produtos ocorre com menor frequência, o que resulta em menos gastos com o transporte do mesmo.

  • Auxilia na apresentação do seu produto para os consumidores

A MAP é uma embalagem transparente e totalmente fechada, que permite que os consumidores tenham uma visão mais clara do produto ali contido.

  • Embalagem higiênica

A MAP é uma embalagem selada hermeticamente, o que a deixa com menor propensão a contaminações externas, livre de odores e de possíveis líquidos que venham a condensar dentro do recipiente.

  • Pode ser utilizada conjuntamente com outros métodos para o aumento de vida útil

A MAP já é capaz de aumentar a shelf life do produto, mas também pode ser utilizada em conjunto com outros métodos a fim de aumentar ainda mais a vida útil do produto, como o uso de aditivos intencionais, por exemplo.

Apesar de todas as vantagens em utilizar embalagens com atmosfera modificada, é importante levar em consideração algumas características antes de adquiri-las, como: a natureza do produto, os compostos secundários que podem ser produzidos por ele, e se o material escolhido para o recipiente externo é compatível com os gases que compõe a atmosfera modificada.

Acredita que a MAP pode ser a solução para seus produtos, mas não sabe a melhor forma de utilizá-la? Contato-nos, a CONAQ terá o prazer de auxiliá-lo.

Artigo produzido por Letícia Machado Packer.

Equipe Conaq
Equipe Conaq

Gostou deste artigo? compartilhe nas redes!

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on linkedin
Compartilhe no Linkdin
Share on pinterest
Compartilhe no Pinterest

DEIXE UM COMENTÁRIO