COMO MANTER A QUALIDADE DO SEU PRODUTO COM A AMPLIAÇÃO DA ESCALA DE PRODUÇÃO?

Conheça 3 passos que te auxiliam a manter a qualidade do seu produto com a ampliação da escala de produção.

Uma das grandes preocupações na hora de escalar a fabricação de um alimento, é a preservação das características originais do produto. Com o aumento da produção e um possível início de vendas em supermercados ou padarias, essa apreensão surge e para que se possa garantir a qualidade do produto, devem ser tomados alguns cuidados.

Empresas juniores que atuam na área de engenharia de alimentos são muito procuradas nestes momentos de transição da escala de produção. Diversos aspectos devem ser levados em conta para que esse processo ocorra da maneira mais correta possível:

  1. Na tentativa de garantir a melhor preservação dessas propriedades organolépticas, fazem-se estudos teóricos, que muitas vezes não garantem que a qualidade vá ser realmente alcançada em uma escala de produção maior. Para isso, são realizados testes práticos, que comprovam o que foi estudado.
  1. Outro ponto chave, é o estudo de dimensionamento e de layout do local a ser instalado os novos equipamentos necessários para uma produção em maior escala. Por meio de projeções tridimensionais, com as medidas adequadas das máquinas que serão usadas, se pode ter uma maior noção de como ficará a área reservada para a fabricação do produto desejado.
  1. O manual de boas práticas de fabricação também é de extrema importância ao abrir uma empresa, sendo este um documento com todas as adequações que o espaço para a produção deve conter, seja nivelação dos pisos, maneira mais higiênica dos manipuladores manusearem os ingredientes que irão compor o produto, entre outros aspectos. Este manual é obrigatório e deve ser usado para garantir uma maior segurança tanto para os trabalhadores da empresa, quanto para os consumidores.

Essas são apenas algumas das medidas que podem ser tomadas para resolver algumas das preocupações que possam surgir na ampliação da escala de produção. Para mais informações entre em contato conosco!

Artigo produzido por Matheus Boeira.

Equipe Conaq
Equipe Conaq

Gostou deste artigo? compartilhe nas redes!

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on linkedin
Compartilhe no Linkdin
Share on pinterest
Compartilhe no Pinterest

DEIXE UM COMENTÁRIO